A Inserção dos Novos Talentos no Mercado de Trabalho

Escrito por:Tamires Menezes

Copywriter da Empodera- Mulher negra, publicitária com MBA em Big Data e Inteligência de Marketing. Possui mais de 05 anos de experiência em marketing digital, pautada na publicidade contraintuitiva- ferramenta de enfretamento e problematização de estereótipos e preconceitos sociais recorrentes nos circuitos midiáticos brasileiros.

13 maio, 2022

Encerrando a primeira série de entrevistas do blog Empodera, Leizer Pereira deixou um recado para os jovens que buscam uma colocação no mercado de trabalho. Confira abaixo a última parte do bate-papo com o nosso CEO e fundador. Boa leitura!

 

Você está liderando uma das maiores plataformas especializadas em Diversidade e Inclusão, criando pontes entre as pessoas e o mundo corporativo. As novas gerações, “GenZ” e “Alpha”, claramente esperam que seu trabalho seja significativo e tenha o melhor e maior impacto social possível. É esse o seu compromisso com os novos talentos?

Nós temos um propósito muito claro na Empodera: revolucionar o ambiente organizacional! Atualmente, estamos passando por um momento único de transformação disruptiva, tudo mudou e ainda está mudando. O entretenimento, a maneira de se comunicar e de estudar mudaram bastante da década de 70 para cá. Hoje, temos o EAD, temos a internet e as redes sociais. Tecnologia na vida da gente o tempo todo, mas o que mudou tanto assim na firma (mercado de trabalho) e na forma de aquisição de novos talentos?

Por que pessoas com deficiência só ocupam cargos operacionais? Por que pessoas trans ainda nem entraram nas empresas como deveriam? Esses são alguns dos questionamentos que fazemos diariamente.

Nós precisamos que pessoas negras (pretas e pardas) possam ocupar espaços de liderança; que pessoas com deficiência não ocupem somente cargos operacionais; que a comunidade LGBTQIAPN+ se sinta mais segura, em espaços com mais respeito e menos hostilidade; as mulheres precisam ter uma relação com a empresa, onde não sofram preconceito e/ou discriminação por ocuparem determinados cargos, que não tenham salários desiguais para as mesmas funções desempenhadas e que a maternidade não seja um empecilho na carreira de nenhuma mulher.

Nota da Editora: Fizemos uma publicação na última semana sobre maternidade e carreira, com depoimentos reais. Clique para ler  

Nossa missão é tornar o ambiente organizacional um espaço para todos. Temos muito trabalho a fazer e gaps para corrigir. Muito provável, que eu não veja todas as mudanças em vida, mas eu acho que a Empodera tem feito um trabalho muito relevante para acelerar esse processo de mudança.

 

Que mensagem ou conselho você daria aos jovens que estão começando no mercado de trabalho agora?

Eu acho que esses novos talentos precisam buscar mais autoconhecimento, planejar melhor suas carreiras e entrar na universidade pensando como eles vão se incluir no mercado. Porque, diferente da minha época, hoje temos diversas áreas de atuação disponíveis. E isso talvez tornem as coisas um pouco confusas né?!

Somente com o autoconhecimento para eles conseguirem entender melhor como fazer suas escolhas, definir suas prioridades e descobrir o seu talento/vocação.

O segundo conselho é que, por mais que seja necessário investir em conhecimentos técnicos, é preciso investir nas competências comportamentais: pensamento crítico, comunicação, inteligência emocional, gestão de pessoas, entre outros. Essas competências sempre foram relevantes, mas hoje tem um apelo muito maior no ambiente corporativo. Logo, entender como desenvolver esses soft skills (competências comportamentais) é importante.

Para melhorar de vida e investir em educação, é preciso ter acesso à capital financeiro, mas você pode hackear o sistema e procurar educação de qualidade gratuita (através de bolsas, projetos sociais dentre outras ações). Além disso, também é necessário investir em capital social e criar uma rede de bons contatos, mas você vai precisar construir a sua própria, caso não tenha nascido em uma família de bom networking. Então esteja no LinkedIn; acompanhe pessoas que já estejam desenvolvendo algum trabalho legal; construa bons relacionamentos com seus amigos na universidade; esteja antenado e conecte-se com a Empodera, que é um networking muito poderoso.

E o principal conselho que dou para esses jovens talentos é sonhar grande e ter pertencimento, abraçar as oportunidades e sentir que aquela oportunidade é pra si, sabe?!

 

Gostou da matéria? Se liga, porque na próxima sexta-feira, postaremos a primeira parte do bate-papo que tivemos com André Alves, especialista em Recrutamento e Seleção com Diversidade da Empodera.

Quer saber mais como a Empodera pode te ajudar a se preparar para uma carreira de sucesso? Clique no botão abaixo e crie seu perfil em nossa plataforma.

Posts

Categorias

cadastre-se em nossa plataforma e aproveite todas as oportunidades

Talvez você também goste de…

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.